Pilates Day - Atividade Física - Exercício Físico - Sortimentos.com
Pilates Day – Atividade Física – Exercício Físico – Sortimentos.com

Pilates : exercício que pode ser adaptado a todos os públicos

Dia Internacional do Pilates (01/05) : modalidade deve ser realizada com a orientação de um educador físico para trazer benefícios e evitar lesões

Trabalhar o corpo e a mente em conexão, buscando melhorar a consciência corporal, é o principal objetivo do pilates, método de exercícios criado pelo alemão Joseph Pilates. A técnica também é reconhecida para tratamento e prevenção de problemas na coluna e reabilitação de lesões, além de reeducar os movimentos e trazer melhora do equilíbrio, da flexibilidade, força muscular, postura e da coordenação motora. Para estimular e difundir esta prática, sempre no primeiro sábado de maio é celebrado o Dia Internacional do Pilates (ou Pilates Day).

O método atende às necessidades de vários públicos: “O pilates é indicado para todo mundo: criança, adolescente, homem, mulher, idoso. Ele só não é recomendado em alguns momentos específicos, como um estágio agudo de lesão, por exemplo. Essa avaliação deve ser feita por um profissional, que estuda caso a caso e indica um trabalho para cada perfil de aluno”, explica a instrutora de academia do Sesc Montenegro Bárbara Brandt.

Como trabalha bastante o core (conjunto de músculos do abdômen e lombar, também chamado de centro do corpo), o pilates pode preparar para diversas atividades que exigem muita força dessa região, como o surfe. Para as grávidas, proporciona tanto benefícios pré-parto, aliviando dores na lombar e quadril e preparando a musculatura necessária para o nascimento, quanto pós-parto, ajudando o corpo a se recuperar da gestação e a se fortalecer. “O método possibilita um atendimento individualizado e os exercícios podem ser adequados à necessidade de cada aluno. Quem não gosta de musculação, por exemplo, pode conversar com o professor para trabalhar de uma forma a substituir uma atividade pela outra”, completa Bárbara.

A finalidade também vai definir qual modalidade deverá ser escolhida. Enquanto o pilates aparelho só pode ser feito individualmente e é recomendado para momentos em que o aluno precisa de um atendimento mais personalizado, como tratamento de lesões, hérnia de disco ou artrose, o pilates solo (ou mat pilates) é feito em tatames e colchonetes, pode ser realizado em grupo e utiliza somente o peso do corpo, por isso exige mais força muscular e tem resultados rápidos. Alguns acessórios, como bolas e elásticos, também podem ser inseridos à prática do pilates solo – porém, não de forma obrigatória.

Por não necessitar de aparelhos, o pilates solo pode ser praticado em casa, por meio de aulas on-line. Porém, é preciso seguir com os mesmos cuidados que são tomados na academia ou no estúdio, alerta Bárbara. “Não é recomendado fazer o pilates sem orientação, pois muitas vezes o aluno não consegue perceber que o corpo não está na posição adequada ou não tem noção dos limites do seu corpo, podendo gerar uma lesão. Isso são coisas que só um olhar de fora consegue enxergar. Por isso é importante fazer a aula com a câmera ligada, para que o professor possa ver o aluno e fazer as correções necessárias para que ele execute os movimentos da forma certa”.