Dez dicas para proteger os olhos por uso prolongado de eletrônicos

Dez dicas para proteger os olhos do uso prolongado de eletrônicos
Dez dicas para proteger os olhos

Cuidados com a visão

Dez dicas para proteger os olhos por uso prolongado de eletrônicos

Com a quarentena ficou difícil ficar longe dos eletrônicos. Até no transporte público é comum ver pessoas conectadas à internet, jogando games ou assistindo a programas de TV. O que as pessoas precisam entender é que o uso contínuo dessas tecnologias é prejudicial à saúde dos olhos.

De acordo com o oftalmologista Rodrigo Pegado, ficar na frente do computador, celular ou da televisão por muito tempo pode gerar problemas de visão. Ele recomenda que usuários de eletrônicos fiquem atentos a alguns sintomas, como cansaço visual, sensação de peso nas pálpebras ou na fronte, vermelhidão, ardência, lacrimejamento, coceira, sensibilidade à luz e visão embaçada.

O médico explica que o excesso de horas diante de aparelhos eletrônicos pode causar dores de cabeça e lombares, espasmos musculares, além de problemas oculares preexistentes, como miopia, hipermetropia e presbiopia.

Uma curiosidade é que aparelhos eletrônicos ativam uma forma de atenção no sistema nervoso central, chamada atenção ativa. Ela ocorre em função da Síndrome de Visão de Computador quando há excesso de exposição dos olhos ao ambiente por retardo no processo de frequência do movimento das pálpebras, algo essencial ao bem-estar dos olhos. A síndrome é capaz de inibir mecanismos automáticos do corpo, como o piscar de olhos. A exposição dos olhos ao ambiente com a redução do ato de piscar resulta em outra síndrome, a do Olho Seco.

A Síndrome da Visão Cansada é o problema mais conhecido da população. Ela acontece pela fixação dos olhos, por muito tempo, na tela dos aparelhos que emitem luz. Para evitar o ressecamento dos olhos, o especialista recomenda aumentar o número de piscadas. Piscar com frequência estimula a produção de lágrimas e a lubrificação dos olhos. Outra opção é o uso de lubrificantes oculares, sempre sob supervisão médica, três ou quatro vezes ao dia, o que mantém a lágrima estável e aumenta o conforto.

Dez dicas para cuidar da visão:

  1. Os usuários de lentes bifocais deverão posicionar o monitor do computador um pouco mais para baixo, facilitando a utilização adequada das lentes para a leitura e evitando, assim, a movimentação do pescoço e da cabeça para trás;
  2. Sentar de forma relaxada em frente ao computador também causa problemas de visão e posturais. A postura correta para o trabalho deve ser: costas eretas, planta dos pés apoiada no chão, tronco em ângulo de 90 graus com as pernas, cabeça no alinhamento do tronco e olhar ligeiramente voltado para baixo, aproximadamente a 25 graus;
  3. Evite deixar o monitor do computador ou a televisão acima da linha do olhar. Isso pode provocar um ressecamento maior, já que nessa posição é preciso manter os olhos mais abertos;
  4. Faça pausas e saia da frente do computador ou da televisão a cada 30 ou 60 minutos, devendo ter duração de cerca de 10 minutos;
  5. Procure piscar mais para evitar o ressecamento dos olhos;
  6. Evite brilhos ou reflexos na tela. Se possível, mude o ângulo de inclinação ou use protetores de tela ou tela plana;
  7. Mantenha a iluminação ambiente adequada;
  8. Evite ar condicionado ou ventilador direto sobre o rosto;
  9. A distância ideal para ver TV deve ser de dois metros para evitar problemas de visão;
  10. Não se esqueça de ir a um especialista pelo menos uma vez por ano. O oftalmologista vai avaliar a qualidade da visão e as condições oculares, além de atualizar o grau dos óculos, se necessário. Exames para analisar a pressão intraocular e a retina devem ser realizados periodicamente.