Porto Alegre – Protestos contra PEC da terceirização

Manifestantes contrários ao Projeto de Lei 4.330/2004, que regulamenta as atividades de terceirização no país, bloqueiam  a saída de ônibus da Carris, em Porto Alegre / RS. Também participam do protesto funcionários da Trensurb. O Sindicato dos Bancários informa que vai aderir ao movimento. Os atos integram o Dia Nacional de Paralisação, que terá protestos na quarta-feira (15.04.15) ao longo do dia em todo o Brasil, convocados por centrais sindicais.
CARRIS
Manifestantes bloqueiam a garagem da empresa impedindo a saída dos veículos, de acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação. Ao longo do dia serão feitos protestos em todo o Brasil, convocados por centrais sindicais.
Pelo menos duas pessoas ficaram feridas na frente da garagem da Carris quando um homem vestido com trajes gaúchos agrediu manifestantes e usou uma chaira (objeto que afia facas). A Polícia Militar da capital informou que o homem foi levado para a delegacia e presta depoimento. A companhia transporta 250 mil usuários diariamente.
BANCÁRIOS
De acordo com o diretório da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Rio Grande do Sul categorias como a dos bancários, professores e metalúrgicos também organizam na capital e em cidades do interior paralisações e atividades, como assembleias em portas de fábrica. De acordo com a CUT, Canoas, Pelotas e Santa Maria tem agendas de mobilização ao longo do dia. O Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e região informou que  ainda não tem um balanço sobre a adesão dos trabalhadores. Pela manhã, bancários se concentraram em frente a agências na Praça da Alfândega e no centro da cidade.