Matrizes / Matizes de Janaína de Lima em exposição no Espaço Contra Parede, na Barber Shop em Porto Alegre

Exposicao Matrizes Matizes de Janaina de Lima

Exposição Matrizes / Matizes de Janaína de LimaEspaço Contra Parede na Barber ShopPorto Alegre Exposições Agenda Programação

Acontece na terça-feira (06.03.18), às 19h, no Espaço Contra a Parede, da Barber Shop (Av. Independência, 747), em Porto Alegre / RS, a abertura da exposição “Matrizes / Matizes”, com trabalhos fotográficos de Janaína de Lima. A mostra ficará aberta á visitação pública e gratuita, de 07 de março a 07 de abril de 2018, de segunda a sábado, das 09h às 20h.
Matrizes / Matizes
Nesta mostra, a artista traz uma série de fotografias que evidenciam a diversidade e a força da mulher, as matrizes. Durante o vernissage, acontece uma performance de dança do Grupo Sinais, dança cigana, reverenciando o poder e a energia da mulher.
“Privilegiando a poética da imagem do feminino em seus contextos sócio/culturais, traço aqui uma linha, (alinhavo), que está para além de um espaço e de um lugar, mas nas ruas. Mulheres que se colocam com propriedade e beleza peculiares em suas rotinas. Quem se desloca é a artista, na busca desses flagrantes do feminino, em qualquer lugar, relacionando o corpo feminino, à “paisagem/cenário” e ao momento onde estão inscritos. O corpo matriz, que gera, que dança, que trabalha, que celebra, que contempla, o corpo/ matriz que acolhe. Os matizes, por conta do olhar da artista, estão no colorido destas imagens e principalmente dão o tom e a intensidade do poder e da beleza do feminino”, descreve a curadora do evento, Helenice Porcella.
Janaína de Lima
Natural de Porto Alegre, RS. Com formação em Artes Visuais (ULBRA), pós-graduação em Fotografia (FEEVALE) e extensão em Litografia (IA/UFRGS e Atelier Livre da Prefeitura). Com participação em exposições individuais e coletivas em Porto Alegre, Canela/RS e Argentina (Buenos Aires, Quilmes), tendo como tema questões de memória afetiva e identidade, e seguindo com a pesquisa da fotografia impressa no tecido por sublimação. A utilização do tecido como suporte para impressão das imagens remete à memória de infância, onde a costura permeava as relações afetivas das mulheres da família. Mãe, tias, primas, ou seja, o ritual da costura alinhavava os assuntos femininos.
Mais informações : (51) 3311.4323