Florianópolis – É o Tchan vai se apresentar no Cafe de la Musique

Floripa-é-o-tchan-foto-divulgação-sortimentos-com

 
O grupo É O Tchan vai se apresentar no dia 22 de março de 2015, a partir das 16h, no Cafe de la Musique (Av. dos Merlins, Jurerê Internacional), em Florianópolis/SC. O primeiro lote de ingressos na pista custa R$ 70 (feminino). Neste setor, os ingressos masculinos estão esgotados.
 
Sinônimo de sucesso em todo o Brasil na década de 90, o grupo É o Tchan se tornou um fenômeno musical com mais de 10 milhões de discos vendidos, entre 15 CDs e três DVDs. Com o swing do pagode baiano, a banda firmou-se como um marco no entretenimento popular e lançou moda encantando gerações, desde a época em que surgiu como “Gera Samba”. Líderes no quesito swing baiano e referência para outras bandas do mercado de entretenimento do pagode, Beto Jamaica e Compadre Washington voltaram aos palcos há mais de quatro anos e, ao todo, contabilizam mais de 20 anos de história do grupo, porém, com o bônus da maturidade musical aprendida ano após ano.
 
Para representar as duas décadas, a banda gravou o DVD “É o Tchan 20 Anos”, em Porto Seguro-BA. Composto com 18 faixas, o disco reuniu doze regravações de músicas que marcaram uma geração, a exemplo de “Paquerei”, “Melô do Tchan” e “Dança do Bumbum”. Entre as inéditas, é possível citar as canções “De Ladinho”, “Faz Tchan”, “Na Ondinha”, “Boing do Tchan”, “Macarengode”, que mistura a melodia da “Macarena”, sucesso dos anos 90, com o pagode baiano e o hit “Nosso Amor é Fogo”, um dos destaques do álbum.
 
Para o verão 2015, as expectativas são as melhores possíveis. Após emplacar o sucesso “Sabe de Nada Inocente” – hit que surgiu após um comercial que trazia Compadre Washington como garoto propaganda -, o grupo aposta na música “Colar de Beijos”. Com um swing e batida contagiantes e com uma coreografia que promete virar sucesso durante o verão, e também no Carnaval de Salvador, a música é uma composição de J. Telles, Artur Moura, Leonardo Sacavuzzi, Ebonny Sacavuzzi e Mily, e faz uma brincadeira mandando um recado para “invejosas” e “recalcadas”.