Falta de chuva: Cuidado com a qualidade da água que vem da torneira

Em época de pouca chuva e de racionamento no abastecimento de água em alguns municípios do país, é preciso tomar cuidado na hora de consumir o líquido que vem das torneiras. Muitas vezes, quando há redução na vazão da água, cria-se uma pressão interna no cano, que pode fazer com que impurezas entrem na tubulação, se houver alguma rachadura. O alerta é reforçado pelo infectologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP), Artur Timerman.
De acordo com o especialista, entre as substâncias que podem contaminar a água estão bactérias e vírus nocivos ao ser humano. “Nesse caso, o consumidor pode ter diarreias, meningite, hepatite e inflamações no coração”, alerta. Muitas vezes, as crianças são as mais impactadas por não terem um sistema imune reforçado. Para evitar o problema, a solução é a troca frequente de filtros caseiros e a fervura antes do consumo.
Quem opta por armazenar e utilizar água das chuvas também precisa estar atento. Especialistas indicam que, mesmo filtrado, esse líquido não deve ser ingerido porque carrega com ele a poluição da região onde cai, incluindo poluentes que o tornam ácido. No caso, a recomendação é utilizá-lo para limpeza de pisos, janelas e calçadas, entre outros. A dica vale ainda para água da máquina de lavar e até mesmo do banho.