Terremoto de 7,8 graus na escala Richter provoca mortes no Nepal e Índia

Terremoto Nepal e India 2015 -- Foto British Red Cross
Terremoto Nepal e Índia 2015 — Foto British Red Cross
O terremoto de 7,8 graus na escala Richter que atingiu o Nepal ao meio-dia de sábado (25.04.15), no horário local, provocou a morte de 1.196. Informação inicial falava em magnitude de 7,9 graus, depois corrigida.
Ao todo, o governo nepalês totalizou 1.170 mortos, e há 26 vítimas em região fronteiriça da Índia. Capital e principal cidade do Nepal, Katmandu foi a área mais afetada pelo forte tremor de terra. As equipes de busca começarão a ter mais dificuldade para localizar mortos ou feridos com o início da noite no país asiático, localizado na região do Himalaia.
Até sábado, às 17h, horário de Brasília, não havia registro de brasileiros feridos ou entre as vítimas, segundo o Ministério de Relações Exteriores. De acordo com o Itamaraty, representantes da Embaixada brasileira em Katmandu estão percorrendo hotéis para verificar se todos os brasileiros no país estão bem. O ministério informou que alguns brasileiros entraram em contato com a embaixada ou o plantão consular para informar que não foram prejudicados pelo abalo sísmico.
O terremoto de sábado é o maior a atingir o pequeno país do Himalaia, desde 1934. As autoridades locais informaram que há registro de mortes em todas as regiões do país. Uma avalanche provocada pelo terremoto causou a morte de dez esportistas em um campo na base do monte Everest, de acordo com informações do governo nepalês.
Terremoto Nepal e Índia 2015 -- Foto British Red Cross
Terremoto Nepal e Índia 2015 — Foto British Red Cross
Em nota, o governo brasileiro lamentou as mortes provocadas pelo terremoto e informou que a Embaixada do Brasil em Katmandu está mobilizada para prestar o apoio necessário aos cidadãos brasileiros que se encontram no país. O comunicado ressalta que “os brasileiros já localizados pela embaixada não sofreram ferimentos e estão recebendo toda a assistência cabível. O governo brasileiro expressa condolências e solidariedade aos familiares das vítimas, ao povo e ao governo do Nepal”.