Contratação de altos executivos cresce 7% no primeiro semestre


Companhias de capital nacional respondem por 70% das movimentações. Substituição de profissionais por baixo desempenho lidera motivação das empresas que estão contratando

Apesar do cenário econômico no Brasil, a Page Executive, braço do PageGroup especializado no recrutamento para o chamado “C-Level” (Presidentes, Diretores e Conselheiros), detectou aumento de 7% no volume de projetos no 1º semestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014.
Ao comentar os resultados, Fernando Andraus, Diretor Executivo da Page, faz a ressalva de que o primeiro semestre de 2014 foi especialmente fraco em função dos meses que antecederam a Copa do Mundo. Quando comparamos o volume de projetos com o primeiro semestre de 2013, a queda é de 24%.
O primeiro semestre de 2015 foi marcado por substituições de Presidentes (35% do total de projetos), Diretores de Unidades de Negócios (também com 35%), Diretores de Operações (11%) e Diretores Financeiros (10%), nesta ordem. A característica comum para a maior parte dos projetos é a necessidade de mudança de orientação para as empresas, com foco em ganhos de eficiência, aumento de produtividade e redução de custos. Pouco mais da metade das contratações feitas pela Page Executive no período foi motivada por mau desempenho das empresas. Mudanças decorrentes de alterações societárias e sucessão de fundadores já representam 15% das movimentações. Para o segundo semestre, a expectativa da Page Executive é um importante incremento no número de aquisições por fundos de Private Equity, o que certamente vai gerar movimentações no primeiro escalão.
Entre as empresas que realizaram contratações com a Page Executive, 70% são de empresas nacionais e 30% multinacionais. “As empresas multinacionais muitas vezes tem menos flexibilidade em períodos de retração econômica e ficam mais cautelosas. Já as brasileiras, que estão mais habituadas a essa situação e aproveitam este momento para arrumar a casa e realizar as substituições necessárias”, explica.