Oktoberfest de Igrejinha 2019 : ingressos, shows, bandas típicas e notícias

Oktoberfest de Igrejinha 2018 - Foto Juliano Arnold
Oktoberfest de Igrejinha 2018 – Foto Juliano Arnold

Oktoberfest de Igrejinha 2019

Oktoberfest de Igrejinha 2019 : ingressos, programação de shows e notícias da festa que será realizada de 18 a 27 de outubro

:: Oktoberfest de Igrejinha
Desde 1988 a comunidade de Igrejinha, cidade localizada a 90 quilômetros da capital Porto Alegre, realiza sua Oktoberfest. Três mil voluntários, da cidade e região, trabalham para celebrar a cultura germânica através de shows musicais, gastronomia tradicional, produtos coloniais, chope, jogos germânicos, mostras culturais, desfiles e bandinhas típicas. Em 2019, a festa realiza sua 32ª edição, de 18 a 27 de outubro, no Parque de Eventos Almiro Grings.

Ingressos Oktoberfest de Igrejinha
O valor do ingresso para a Oktoberfest de Igrejinha é diferente para cada dia de festa. Ele garante ao visitante o acesso a toda estrutura do Parque da Oktoberfest e shows nacionais da programação.  O consumo de bebidas e lanches, bem como souvenirs e parque de diversão, são pagos à parte. O valor promocional, válido até 15 de outubro, varia entre R$ 15,00 e R$ 28,00. Durante a festa o valor da entrada fica entre R$23,00 e R$38,00. 
Ingressos
:: 18.10 (sexta-feira) – Promocional R$ 28 / Normal R$ 38
:: 19.10 (sábado) – Promocional R$ 15 / Normal R$ 23
:: 20.10 (domingo) – Promocional R$ 25 / Normal R$ 35
:: 21.10 (segunda-feira) – não há festividades no Parque
:: 22.10 (terça-feira) – Bessonderertag – não há cobrança de ingresso
:: 23.10 (quarta-feira) – Kindertag – não há cobrança de ingresso
:: 24.10 (quinta-feira) – Seniorentag – não há cobrança de ingresso.
:: 25.10 (sexta-feira) – Promocional R$ 25 / Normal R$ 35
:: 26.10 (sábado) – Promocional R$ 15 / Normal R$ 23
:: 27.10 (domingo) – Promocional R$ 28 / Normal R$ 38

Programação da Oktoberfest de Igrejinha
A festa alemã que acontecerá de 18 a 27 de outubro, no Parque de Eventos Almiro Grings conta com bandinhas típicas, tradicionais, musicais de baile e música eletrônica, além das grandes apresentações do palco principal: Anitta (18 de outubro), Alok (20 de outubro), Matheus & Kauan (25 de outubro) e Jorge & Mateus (27 de outubro).

Enfileirando hits nas listas de músicas mais tocadas, a carioca ANITTA é a responsável pelo palco principal na primeira noite de festa (18 de outubro). Reconhecida após o sucesso na web com o clipe “Meiga e Abusada”, ela se tornou uma fábrica de sucessos: “Show das Poderosas”, “Blá Blá Blá”, “Paradinha”, “Downtown”, “Vai Malandra” e “Terremoto” são alguns. Em 2015 ganhou o EMA Worldwide Act Latin America e em 2018 estrelou a série documental “Vai Anitta’ na plataforma Netflix. Em abril deste ano lançou o álbum trilíngue ‘Kisses’, com 10 faixas.

Também reconhecido internacionalmente, o DJ ALOK comanda o palco principal no domingo (20 de outubro). Nascido em uma família musical, com pais e irmão gêmeo também integrantes da cena eletrônica, Alok foi escolhido “Melhor Dj do Brasil” duas vezes consecutivas, e eleito recentemente Top Dj 13º do mundo para a revista britânica “DJ Mag”. É o único brasileiro a integrar a lista inédita da Billboard com os 100 melhores Djs do mundo. Na plataforma Spotify tornou-se o primeiro brasileiro a marcar presença no TOP 100 Global, com hits “Hear Me Now”, “Never Let Me Go”, “Big Jet Plane”, “Ocean”, “United”, “Favela” e o recém lançado “Innocent”.

O sertanejo universitário segue marcando presença na festa no segundo final de semana. Os irmãos Matheus & Kauan dão o tom da alegria na sexta-feira (25 de outubro). Com quase 10 anos de carreira, a dupla alcançou sucesso em 2015 com a música “Que sorte a nossa”. Hoje com quatro álbuns já lançados eles vêm a Igrejinha na turnê ‘Tem Moda Pra Tudo’, e no setlist não devem faltar sucessos como “Te Assumi Pro Brasil”, “Vou Ter Que Superar” e “Ao Vivo e a Cores” gravada com participação de Anitta.

Responsáveis por algumas das levadas mais animadas do sertanejo universitário, os goianos Jorge & Mateus comandam o domingo de encerramento (27 de outubro). Do primeiro show, em maio de 2005 aos dias atuais, eles ganharam projeção e são uma das principais duplas do Brasil. Possuem o feito histórico de serem os primeiros brasileiros a cantarem no teatro Royal Albert Hall, em Londres, onde gravaram um CD e DVD. Em lista divulgada pela revista Billboard, Jorge & Mateus aparecem entre os 30 artistas do Brasil mais ouvidos no exterior. Entre os sucessos do show devem estar: “Pode Chorar”, “Voa Beija Flor”, “Amo Noite e Dia”, “A Hora é Agora”, “Sosseguei” e “Propaganda”.

BANDAS TRADICIONAIS
:: Orquestra Os Montanari
:: Super Banda Choppão
:: Orquestra Continental
:: Super Banda Real
:: Orquestra Harmonia
:: Encanto de Feliz
:: Orquestra La Montanara
:: Banda Munique
:: Banda K’necus
:: Super Banda Berlin
:: Super Banda Hopus
:: Aquarela

BANDAS DE BAILE
:: Barbarella
:: San Marino
:: Rainha Musical
:: Brilha Som
:: Banda Eccos
:: Banda 10
:: Banda Emoção

BANDINHAS
:: Banda Típica Ideal
:: Banda Típica Macega Show
:: Banda Típica Mache Musik
:: Banda Típica Imigrante
:: Banda Típica Verno & Cia
:: Banda Típica Canecão do Vale
:: Banda Típica Tannenwald
:: Banda Típica Alte Kameraden

Super Sábado
A programação dos sábados, dias 19 e 26 de outubro, seguirá o modelo realizado na edição passada e será chamada de Super Sábado. “Queremos trazer os grupos de ‘aquece’, que são os encontros de amigos fora da festa, para participar da Oktober e assim realizar no Parque o maior aquece que Igrejinha já viu”, explica Ezequiel Stein, presidente da 32ª edição.

A entrada dos visitantes no Parque da Oktober será liberada até as 16h. Sucesso em 2018, uma carreta personalizada se transforma em palco, com música, DJ e interação com o público no ‘Aquece com Agita’. A cada sábado duas ações de Chopp em dobro, das 17h às 19h e das 21h às 23h.

O pavilhão 1 será o astro nas atividades do ‘Ginásio Vive’, com atrações culturais, apresentações de bandas locais, DJ’s e atividades surpresa. Desfile, E-Oktober, jogos germânicos, e bandinhas em todos os palcos também farão a alegria não ter fim em todo o Parque.

E o primeiro sábado (19 de outubro) entrará para a história da Oktoberfest de Igrejinha com a gravação de dois DVD’s, de bandas que há anos são confirmadas na programação: San Marino e Super Banda Choppão.

 

 

Revitalização
A arquiteta Aline Hess é quem assina o projeto de revitalização de todos os pavilhões do Parque de Eventos Almiro Grings, local que recebe desde 1988 as atividades da Oktoberfest de Igrejinha.

Oktoberfest de Igrejinha Parque de Eventos Almiro Grings

 

Corte completa da Oktoberfest de Igrejinha
A alegria contagiante da terceira idade, incentivada pela torcida das sete candidatas e a comunidade de Igrejinha, deu o tom para a escolha da nova Seniorin da Oktoberfest, completando a corte oficial da festa. Juraci Beatriz Weiand, 64 anos, foi escolhida  dentro da programação do Igrejinha Mix, multifeira que comemorou os 55 anos do município. Juraci se junta à rainha Jéssica Bischoff e às princesas Nathália Kinast e Natália Dier, bem como às crianças Brayan da Silva Sander (bubchen) e Bianca de Oliveira (mädchen).

A nova Seniorin da festa reside há 48 anos em Igrejinha e, atualmente, mora no bairro Bom Pastor. Trabalhou como auxiliar de costura. Segundo ela, a participação no concurso e a eleição a encheram de emoção, pela oportunidade de representar a festa que tanto aprecia por conta do voluntariado. Juraci pretende realizar um trabalho de dedicação junto aos grupos de idosos, divulgando a Oktoberfest e convidando a comunidade regional a prestigiar a festa e, principalmente, a Seniorientag, a quinta-feira da programação oficial que é dedicada à terceira idade.

A escolha de Juraci ainda marcou a despedida de Célia Land, que destacou o aprendizado obtido como Seniorin da festa em 2018. “Poder fazer parte da Oktoberfest foi a melhor coisa que poderia ter me acontecido e mudou a minha vida”, resumiu. O presidente da Associação de Amigos da Oktoberfest de Igrejinha, Ezequiel Stein, disse que a escolha da Seniorin completou a corte, que representa os três mil voluntários responsáveis por organizar todas as atividades até outubro. Reforçou o papel fundamental da Seniorin na divulgação da Oktober junto aos grupos de terceira idade.

Antes da escolha, as sete candidatas a Seniorin participaram de oficinas de preparação que se estenderam por três semanas. Os jurados realizaram avaliações durante a entrevista e as apresentações ao público. A escolha ainda teve momentos marcantes, como a realização da polonaise (dança da integração), em que as candidatas interagiram com o público e espalharam a alegria germânica.

Corte Oktoberfest de Igrejinha 2019

 

13 candidatas concorreram a soberanas da 32ª Oktoberfest de Igrejinha
1 – Ana Paula Adamski, 27 anos
2 – Caroline Ramiro Barboza, 22 anos
3 – Elizabethe Brunna Wagner Trombetta, 27 anos
4 – Emilly Ribeiro dos Santos, 19 anos
5 – Jessica Andrieli Bischoff, 21 anos
6 – Jéssica Eliara Schaefer, 27 anos
7 – Jessica Moura Schneider, 28 anos
8 – Luana Gabriela Batista, 22 anos
9 – Natália Dier, 28 anos
10 – Nathália Caroline Kinast, 20 anos
11 – Ramona Maiara da Silva Pomié, 24 anos
12 – Sabrina Wilbert, 26 anos
13 – Saiuri Rayssa Ruppenthal de Souza, 25 anos

 

Soberanas Oktoberfest De Igrejinha 2019

 

Oktoberfest de Igrejinha 2019
Ezequiel Stein terá como vice-presidente Tiago Itamar Petry. Amigos desde a infância, a dupla tem agora a missão de planejar e organizar a festa do próximo ano, liderando os 3 mil voluntários da festa germânica mais alegre do Brasil, premiada recentemente com o Top Desenvolvimento Social, no prêmio Top de Marketing da ADVB-RS. Voluntário da festa desde a 4ª edição, em 1991, Tiago é analista de controladoria, casado com a relações públicas e gerente imobiliária, Cheila Schnorr Petry, voluntária desde 1999, e pai de Gustavo Henrique Petry (4 anos).

O novo casal vice-presidente comenta que já teve o nome considerado por muitos voluntários em anos anteriores, mas a oportunidade se tornou real ao lado do casal-presidente Ezequiel Stein e Priscila Reinheimer. “Antes de receber o convite oficial cheguei a conversar com o Ezequiel sobre diversos assuntos da festa, pois participo das comissões de comunicação e marketing e também de finanças, mas nessa conversa eu ainda não sabia dessa possibilidade”, conta Tiago. Ele destaca que o apoio dos voluntários é essencial para que a festa siga sendo o exemplo que é. “Sei da responsabilidade que é representar a Oktober, não sou daqueles que larga um projeto no meio, se aceitei eu mergulho de cabeça, pelos voluntários, entidades e por Igrejinha”, afirma.

Tiago sabe bem da responsabilidade e do comprometimento que um cargo à frente da festa significa. Suas duas irmãs, Camila e Siana, integram o grupo das ‘Eternas Soberanas’, como princesas da festa em 1998 e 2005, respectivamente. “Quando o Ezequiel e a Priscila fizeram o convite, o Tiago pediu 24 horas para pensar. Foi preciso 48 horas, e nestes dois dias nós mal dormimos, tentando assimilar e ponderar o que viria pela frente”, comenta Cheila.

Para Ezequiel o nome de Tiago já estava em sua cabeça quando ele foi anunciado vice-presidente em 2017. “Para uma parceria funcionar uma coisa deve estar acima de todas as outra: a confiança. Sei da capacidade do Tiago. Fazer essa festa é como administrar um negócio, e pela nossa amizade e intimidade, sei que tenho a pessoa certa comigo”, destaca o presidente da 32ª Oktoberfest de Igrejinha.

O quarteto já tem projetos para a festa de 2019. “Vamos preservar a essência da cultura e manter tudo que tem funcionado e que os visitantes tanto aprovam! No entanto, pretendemos trabalhar na organização de processos internos, que o público não percebe, mas que certamente vai trazer resultados muito positivos na gestão do evento. Queremos debater com a comunidade a questão das festas que ocorrem em paralelo à Oktober, e incentivar os “aqueces” para que sejam realizados posteriormente ao nosso evento, numa forma de estender a alegria dos dias de outubro para mais um final de semana em Igrejinha”, afirma Ezequiel. “Fomos integrantes do ESPONJA, um dos primeiros grupos de Oktober. Valorizamos estes encontros e queremos estas pessoas na Oktober”, complementa Tiago.

Como dica ao amigo, Ezequiel aconselha que “aproveite o ano como vice-presidente, para acompanhar e aprender ao máximo em todas as áreas. E que tenha a liberdade de se colocar, de dar sua opinião, mesmo que ela seja contrária. Não existe decisão unilateral”, conclui Stein.

Oktoberfest Igrejinha 2019 - Casal presidente, Ezequiel e Priscila, e casal vice-presidente, Tiago e Cheila - Foto Juliano Arnold
Oktoberfest Igrejinha 2019 – Casal presidente, Ezequiel e Priscila, e casal vice-presidente, Tiago e Cheila – Foto Juliano Arnold

 

Como foi em 2018
Pelo menos 50 atrações musicais passaram de 12 a 21 de outubro de 2018 pelos cinco palcos no Parque de Eventos Almiro Grings, sede da Oktoberfest de Igrejinha. A programação musical confirmada trouxe quatro shows nacionais, muita música típica com as bandinhas, bandas de baile e tradicionais, além de uma orquestra e DJ´s em uma extensa agenda de shows e atrações culturais. Diversão, cultura, tradição e o voluntariado de mais de três mil pessoas em sua realização ecoaram o “amor virar festa” – tema escolhido para o evento de 2018. A festa também entra para a história com a realização da Maior Polonaise do Mundo, que contou com a participação de 413 pares na dança da integração. Foram 157 mil pessoas prestigiaram a programação e consumiram 185.645 mil litros de chope e 19.782 mil litros de água e refrigerantes.

No total, foram 157.979 visitantes, número alcançado com o somatório do público que prestigiou eventos como o Kerb das Soberanas, o Desfile Oficial, a Parada Festiva, e a programação esportiva. “Fomos abençoados com dias de muito sol e temperatura agradável”, comenta Luis Carlos Schüler, presidente da festa. “Além disso, pensamos em uma programação que contemplava todos os tipos de públicos e todas as faixas etárias”, complementa.

O público pagante da 31ª Oktoberfest de Igrejinha foi de 77.627 pessoas. A diferença entre o público total e os pagantes acontece pois a Oktoberfest, tradicionalmente, isenta seus 3 mil voluntários do valor de entrada no Parque em qualquer momento da programação, assim como acontece com pessoas usando vestindo trajes típicos (conforme regras) e, ainda, proporciona horários específicos de entrada livre ao público geral.

Oktoberfest de Igrejinha 2018
Oktoberfest de Igrejinha 2018 – Foto Juliano Arnold

 

História – Oktoberfest de Igrejinha 2017
132 mil pessoas prestigiaram a festa ao longo de 10 dias e consumiram 162 mil litros de chope. O Chopp Claro foi o mais consumido, seguido do Extra Märzen Lager e do Black. O público total da 30ª Oktoberfest foi de 146 mil pessoas. O público pagante da festa foi de 76.399 pessoas. A diferença entre o público total e os pagantes acontece, pois a Oktoberfest, tradicionalmente, isenta o valor de entrada em horários específicos, além dos 3 mil voluntários e das pessoas vestindo trajes típicos que também têm entrada livre no parque.

O presidente da edição 2017, Márcio Linden comemora: “A Oktoberfest de Igrejinha mais uma vez atingiu os objetivos de realizar uma festa capaz de preservar as tradições com alegria e diversão, com atividades e atrações para todas as idades e diversidade de público. E certamente teremos um bom resultado para distribuir às entidades”, comenta Linden.

Oktoberfest de Igrejinha
Desde 1988 a comunidade de Igrejinha, cidade localizada no Vale do Paranhana, a 90 quilômetros da capital Porto Alegre, realiza sua Oktoberfest. Quando chega o mês de outubro, Igrejinha se transforma na cidade da alegria e a energia que emana da sua comunidade se espalha para toda a região e para os visitantes. Seja pela decoração das ruas, das casas e dos jardins, seja pelos acordes das bandinhas típicas ouvidas nas caixas de som no centro da cidade, no sorriso das pessoas que já circulam com seus trajes típicos ou adereços como chapéus e flores no cabelo, ou nas escolas que se preparam para o desfile oficial. Três mil voluntários, da cidade e região, trabalham para celebrar a cultura germânica através de shows musicais, gastronomia tradicional, produtos coloniais, chope, jogos germânicos, mostras culturais, desfiles e bandinhas típicas.

.