Desfile do brasileiro Lui Iarocheski no VFW – Vancouver Fashion Week

Lui Iarocheski no VFW SS17 - Vancouver Fashion Week edição Primavera Verão 2017 / Luana Costa
Lui Iarocheski no VFW SS17 – Vancouver Fashion Week edição Primavera Verão 2017 / Luana Costa

A 28ª edição do Vancouver Fashion Week que aconteceu entre os dias 19 e 25 de Setembro de 2016, no famoso Centro de Cultura Chinês ( Rua Pender, 50), no Canadá, contou com o desfile da coleção Chromophobia Primavera Verão do estilista brasileiro Lui Iarocheski.

Foi a segunda participação de Iarocheski no VFW. Antes da apresentação realizada na sexta-feira (23.09.16) comentou : “A minha primeira participação no VFW foi surreal e me abriu várias portas no meu retorno ao Brasil. Fui convidado para integrar oficialmente o line up da Casa de Criadores, por exemplo. O feedback na imprensa internacional também foi muito positivo, com reviews na mídia britânica, americana e japonesa. Desde então aprimorei e evolui melhor o DNA da marca Iarocheski e levarei para o próximo desfile uma coleção mais madura, com um equilíbrio entre o experimental e comercial para agradar tanto o olhar dos canadenses, quanto dos brasileiros”.

Na passarela, Lui Iarocheski, mostrou coleção para temporada quente com alfaiataria desconstruída e roupas que jogam com caimentos, sobreposições e conforto. O estilista é contra as normas de etiqueta, do certo e do errado, tão presentes no universo masculino. “A moda masculina sempre foi muito cheia de regras. Eu trouxe um pouco de desconstrução de itens clássicos”, disse. “Durante o processo comecei a perceber que alguns acontecimentos no mundo foram me influenciando de alguma forma. Ataques homofóbicos, xenofóbicos, machistas e outros extremismos permearam meu inconsciente e a coleção acabou ganhando uma atmosfera bem austera e um tanto ‘agressiva’”, declarou. “Faço peças sem terceirização ou em massa. Então quem se identificar, que use!”, arrematou.

ESTREIA NO VFW
Na sua estreia em 2015 na edição primavera verão do Vancouver Fashion Week mostrou 16 looks da sua coleção ‘A Favela’, desenvolvida para a formatura do curso de moda na UDESC e vencedora por voto popular de concurso em Viena, na Áustria. A criação apresentava referências ao trabalho de Hélio Oticica, cujas obras geométricas serviram de base para a construção das peças aliadas à estética visual dos moradores de rua. A inspiração surgiu com WNext, projeto paralelo de responsabilidade social liderado por Lui e seu sócio Alexandre Novakoski.

“A apresentação de Lui em nossa estação SS16 foi brilhante. O carisma e o talento se misturam e representa o que buscamos em nossos designers”, definiu Jamal Adboudrahman, produtor do VFW