Alcebiades Santini – “Aliança Sustentável”

Alcebiades Santini Artigo Aliança Sustentável de Alcebiades Santini

“Aliança Sustentável”
por Alcebiades Santini

Estamos exautos em ouvir e assistir notícias como: o Brasil é campeão em carga tributária, em violência,
corrupção, vendas de produtos piratiados, criminalidade, insegurança, educação precária, individualismo,
egoísmo, levar vantagem em tudo, desrespeitar a lei, fingimento, enfim, só coisas ruins. Está na hora
de virar o jogo ou seremos vítimas da nossa inação.

A hora é essa, atores e autores, pois o planeta terra, o mundo e o país pertencem a todos os seres vivos
e conclamam para uma virada e retomada de sobre vida. Afirmamos que o maior partido político
do planeta é constituído pelas mulheres, pois são elas detentoras e responsáveis pela formação
e estruturação fundamental dos valores na sociedade.

Na mesma linha encontramos o maior contingente de pessoas que convergem para o mesmo fim,
que são os consumidores de produtos e serviços. Está na hora de exercermos nosso pleno papel
de consumidores conscientes e responsáveis adquirindo produtos e serviços, somente, de empresas
cidadãs. Empresas essas, que atuam na linha da sustentabilidade, respeitando as diferenças,
não discriminando e não poluindo o meio ambiente.

Precisamos, urgentemente, virar o jogo e formamos a “ALIANÇA SUSTENTÁVEL”.
Essa aliança envolve os aspectos econômicos, sociais e ambientais na relação de consumo.
Todos os atores envolvidos atuariam de forma convergente para o sucesso coletivo,
formando o tripé de atuação imbátivel: “Produtor Responsável, Fornecedor Honesto e Consumidor
Consciente”. O grande balizador deste tripé seria o consumidor, pois a responsabilidade,
dentre outras, é não adquirir nenhum produto ou serviço de empresa que não atendesse os aspectos
econômicos, sociais e ambientais.

Posto tal desafio, todos estariam embuídos numa só causa, que atuariam de forma convergente
e na linha do interesse coletivo. A grande maioria dos problemas tenderiam a serem superados
ou minimizados. Com certeza, essa nova postura de consumidor consciente teria condições
de banir ou reduzir fornecedores desonestos, produtores irresponsáveis e governantes oportunistas,
buscando assim o equilíbrio harmônico entre o econômico, social e ambiental, para o bem dos seres
vivos e do planeta terra.

Para iniciar essa nova caminhada deveremos começar a repensar algumas atitudes
e comportamentos como cidadãos e consumidores como: exigir nota /cupom fiscal ao adquirir
produto ou serviço, respeitar os direitos dos outros, agir solidariamente com nosso semelhante,
respeitar o meio ambiente, racionalizar o uso de energias esgotáveis, ser agente de fiscalização
e parceiro do Estado no cumprimento das leis.

Finalmente, sonho e faço minha parte para buscar, a médio e longo prazo, a implementação efetiva
da proposta “Aliança Sustentável”. Para tanto todos são importantes e vitais para a mudança do jogo,
mas principalmente as mulheres e consumidores. Por meio da educação e informação podemos
constituir, efetivamente, o maior partido político do mundo, desde que repensemos, constantemente,
nossas atitudes e comportamentos, passando a agir de forma pró ativa, solidária, convergente,
criativa e focado no interesse coletivo. Acredito, fielmente, nessa virada ou a espécie humana
estará caminhando para sua autofagia.

Alcebiades Santini * 

Servidor do Ministério da Justiça, Presidente do Fórum Latino de Defesa do Consumidor
e Consultor em promoções comerciais e criação e certificação de ONGs.